Inclusão de gênero na ciência: o projeto Meninas no Museu de Astronomia e Ciências Afins

Texto de Sandra Benítez Herrera para as Blogueiras Feministas.

O projeto Meninas no Museu de Astronomia e Ciências Afins (desde agora referenciado como Meninas no Museu), é uma ação de divulgação da ciência voltada para estudantes do Ensino Médio do sexo feminino – sete, nesta primeira edição – com o intuito de motivá-las a se interessarem pela ciência e prepará-las para serem mediadoras em museus de ciência. O projeto faz uso da Astronomia, como ferramenta inspiradora, visando envolver as estudantes em atividades de pesquisa e divulgação em ciências no Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST). De igual forma, o projeto pretende facilitar o acesso a modelos de referência colocando as jovens em contato com mulheres pesquisadoras em várias áreas científicas, com o intuito de desconstruir a noção estereotipada do cientista.

O projeto começou em julho de 2016 e foi estruturado em três momentos diferenciados. Os primeiros seis meses, de julho a dezembro de 2016, consistiu em uma formação continuada em diferentes temas de Astronomia e outras ciências. Durante os encontros de formação abordaram-se também temas relacionados a gênero, educação em museus e a prática de mediação em exposições e atividades de divulgação da ciência.

A partir de fevereiro de 2017, as estudantes começaram atuar como mediadoras nas ações regulares de divulgação do MAST, que acontecem aos fins de semana, e nos eventos temáticos no decorrer do ano. Nesta segunda etapa elas também estão trabalhando no desenho e desenvolvimento de experimentos e atividades de divulgação da ciência, baseados nos conhecimentos científicos e pedagógicos adquiridos durante a primeira etapa.

A terceira fase do projeto acontecerá em outubro de 2017, quando as estudantes exibirão os experimentos e atividades desenvolvidos ao longo do ano durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2017.

O grupo integrante do projeto Meninas no Museu é formado por sete meninas, estudantes de Ensino Médio, com idades entre 15 e 18 anos de duas escolas públicas e uma particular de Rio de Janeiro. Uma das jovens que começou o projeto ainda no 3° ano do Ensino Médio, é hoje caloura da graduação em Astronomia na Universidade Federal de Rio de Janeiro (UFRJ).

O projeto é coordenado por três pesquisadoras da Coordenação de Educação em Ciências do MAST com ampla experiência nos campos da Astrofísica, Biologia, Educação formal e não-formal e Gênero. Ele surgiu como um desdobramento do Dia das Meninas, que acontece no MAST desde 2015, com o intuito de fomentar a participação das meninas nas ciências, sendo o primeiro evento do tipo realizando num museu de ciências no Brasil. O Dia das Meninas 2017, teve como grandes protagonistas as estudantes do projeto Meninas no Museu, que promoveram várias das atividades de divulgação da ciência oferecidas ao público visitante

Orientadoras e estudantes se reúnem quinzenalmente às sextas feiras a tarde para realizar os encontros no auditório do MAST.

Para compartilhar as experiências vividas no projeto, foi criado um “diário de a bordo” em formato de blog intitulado Cientistas de Primeira Viagem – Elas Explorando o mundo, onde as estudantes escrevem sobre as atividades ocorridas em cada encontro e outros temas de interesse delas. Confira o que as Meninas no Museu tem a nos contar e visite nosso blog!

Coordenadoras:

Dra. Sandra Benítez Herrera (sandraherrera@mast.br)
Me. Ana Paula Germano
Dra. Patrícia Figueiró Spinelli

Créditos da imagem: A estudante Gabi vestida como a Musa da Astronomia Urania, durante a visita dramatizada ao prédio do Museu. Foto das coordenadoras.

Autor: Autoras Convidadas

Somos várias, com diferentes experiências de vida. A gente continua essa história do Feminismo nas ruas e na rede.