Ensaios sensuais: os homens que procuramos

Texto de Nessa Guedes.

Esse texto não é sobre um ideal de namorado para uma feminista. E, sem fazer coro àquele timinho de pessoas-sem-noção que falam de “heterofobia”, vou tocar num assunto delicado, espinhoso e estranho. A falta de ensaios fotográficos heterossexuais de homens.

Foto do tumblr ‘We Heart Hot’.

Hoje em dia, a maioria tem um quê muito homossexual. As próprias revistas masculinas tem raríssimas representantes cujo conteúdo é voltado para o público feminino. Quando eu era adolescente uma colega do colégio comprava a ‘G Magazine‘ para gente folhear debaixo das mesas durante a aula. As feministas homossexuais que me desculpem, mas nesse quesito elas estão muito mais bem servidas do que as héteros. Falta uma naturalização da possibilidade da mulher ser um “ser visual” tanto quanto o homem. Talvez nossa sexualidade seja menos desenvolvida exatamente pela falta de acesso a material bom de musos inspiradores paras as nossas fantasias.

O que vocês acham que falta?

Lá pelas voltas de 2007,  comecei a juntar um acervo de fotos de homens que gostava.  Não o tipo de homem que eu gostava, mas ensaios fotográficos viris que me passassem a sensação de que aqueles homens estavam posando para mim, para o meu deleite — e não que estavam posando para outros homens.

Muito naveguei na internet atrás de material. Acredito que mesmo no mercado da publicidade e moda, o espaço destinado ao culto do corpo masculino é reduzidíssimo e, raramente direcionado para o público feminino. Mesmo quando a situação se inverte e vemos o homem se tornar o objeto de desejo, os próprios homens continuam a dominar, porque o material é direcionado a eles. Não entrarei na discussão sobre homossexualidade e machismo, mas ambas imperam quando juntas frente aos interesses das mulheres.

A partir de que momento essa preocupação se estende à pornografia?

O principal fator que abriu às mulheres o acesso à pornografia foi a privacidade da internet. Referência: Pornô feito por mulheres para mulheres.

Não sejamos hipócritas. Estou falando de arte, fotografia, ensaios masculinos. Mas esse papo tem tudo a ver com pornografia. Só comecei meu acervo de fotos depois da internet banda larga. É fato que todos nós, um dia, já passamos os olhos por algum conteúdo pornográfico na internet. Hoje é mais comum que mulheres admitam que assistem pornô e, mesmo que ainda se afirme que a pornografia é teoria e o estupro a prática, vemos essa cena evoluir — a passos de formiga, claro.

Na verdade, falta mesmo é uma troca de experiências de mulher para mulher.

Cena do filme ‘A Single Man’ (2009).

Vamos trocar figurinhas?

Leitoras, vocês costumam guardar, procurar ou apreciar com frequência imagens de modelos na internet? Qual é o seu ideal de beleza masculino? Vocês sentem falta de uma maior popularização de ensaios masculinos heterossexuais? Eu quero saber. E se tiverem links para compartilhar, melhor ainda.

A ditadura silenciosa

Texto de Thayz Athayde.

Quase todos os dias passo por uma banca jornais, mas a capa de uma revista me chamou a atenção: prepare seu corpo para o verão. Mesmo atrasada, eu tive que parar para ler aquilo e falei meio indignada pro rapaz da banca:

– Como assim preparar meu corpo para o verão? Ele já não tá preparado? Falta o que? Uma melancia na cabeça?

O que me deixou mais chocada, é que só tinha mulheres na revista, obviamente somente as mulheres devem fazer dietas e ficar magras, os homens que fiquem com suas barriguinhas de cerveja, é tão sexy, né? Ninguém gosta da barriga do Gerard Butler. Há algo extremamente necessário, talvez até um pré-requisito para ser mulher: você tem que ser perfeita. Cabelos lindos, corpo exuberante, paciência de um monge budista, esposa dedicada, super mãe, excelente cozinheira e se sobrar tempo, você pode até estudar e ter uma boa carreira, talvez até cuidar de você um pouquinho.

Vivemos hoje em uma ditadura silenciosa, que nos manda fazer tantas coisas e não temos tempo de fazer uma pergunta bem simples: será que eu quero? Eu quero fazer uma lipo? Eu quero ficar meses sem comer chocolate só pra mostrar meu bumbum no verão? Somos metralhadas todos os dias sobre essa suposta obrigação como mulher. E nosso real desejo, onde fica? Eu não acredito que as pessoas pensam que o único desejo feminino é fazer dieta ter um bom marido. Da onde saem esses pensamentos? Das mulheres – barbies. Pare de construir ou ajudar a construir esse tipo de modelo, não faça isso só por você, faça pelas próximas gerações, pelas gerações que lutaram pelo direito de ser mulher, para que possamos ouvir a palavra feminismo como heroísmo e não como um palavrão machista.