Violência sexual no BBB e muito machismo fora dele

Texto de Luma Perrete.

Estou muito chocada com certos comentários que vi sobre o caso do abuso sexual que aconteceu no BBB.

O resumo: rolou uma festa com muito álcool no programa. A participante Monique bebeu muito e foi dormir. De acordo com um vídeo amplamente divulgado na internet ontem, o participante Daniel aparece ao lado de Monique na cama, os dois estão cobertos por um edredon. Daniel faz movimentos que para qualquer pessoa representam sexo, Monique não se mexe. Em outra cena, Monique aparece dormindo de barriga para cima, com as pernas visivelmente afastadas, vemos sob o edredon movimentos do braço de Daniel sobre seu corpo. Pode não ter ocorrido penetração, mas está muito claro que Daniel aproveitou-se do momento e Monique sofreu abuso sexual.

Daniel e Monique, participantes do BBB 12. Foto de Frederico Rozário/Folhapress.
Daniel e Monique, participantes do BBB 12. Foto de Frederico Rozário/Folhapress.

No dia anterior, a participante Mayara já havia reclamado de ter sido bolinada por Daniel. Diante de sua reclamação os outros participantes colocaram panos quentes na questão.

No programa de domingo ficou claro que a Rede Globo vai ignorar o assunto, e pior, tratá-lo como um caso de amor: Mr. Edição transforma dúvida sobre estupro em caso de amor. Leia também: Me sentindo estuprada e Bial, o Cínico.

O diretor do programa alega que conversou com Monique: “Ela não confirmou que teve sexo e disse que tudo o que aconteceu foi consensual”. Porém o jornalista nos conta que: após passar pelo confessionário, Monique demonstrou estar confusa. A Analice, ela até se questionou: “Será que eu fiz [sexo]?”. O mínimo que deveria ser feito é mostrar o vídeo para Monique, fornecer atendimento médico/psicólogico e expulsar Daniel do programa. Mesmo assim, há todo estigma de assumir ser vítima de violência sexual em rede nacional. De acordo com o artigo 217-A do Código Penal:

Art. 217-A. Ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 (catorze) anos:

Pena – reclusão, de 8 (oito) a 15 (quinze) anos.

§ 1o Incorre na mesma pena quem pratica as ações descritas no caput com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência.

Não houve violência, constrangimento, nem grave ameaça. Houve aproveitamento de um momento em que ela não podia oferecer resistência. E sim, independentemente de penetração, é estupro. Basta ler a definição na Lei 12.015/09. E, principalmente, ela pode ter bebido, mas isso não justifica. Só para esclarecer: se ela não pode consentir, é estupro. Ela pode estar bêbada, pode estar desmaiada, pode ter passado mal. Não tem condições de consentir, se a outra pessoa resolver seguir adiante, é estupro. Espero que o Ministério Público tome providências e a que a família de Monique faça alguma coisa.

Acho muito estranha essa necessidade que as pessoas têm de justificar o estupro. A gente vê isso em todo caso que aparece: “Ah, mas ela estava de roupa curta? Ela estava bêbada? Ela estava drogada? Ela foi pra casa dele?”. Muito preocupante. Vamos fazer como no caso da pastora evangélica que foi demitida depois de ter sido estuprada por um fiel da igreja? Por que os chefes dela entenderam que ela foi estuprada porque quis? Por que não lutou e gritou o suficiente?

Parece que as pessoas acham que estupro ocorre somente quando um psicopata armado te aborda na rua e te obriga a fazer sexo com ele. Pois saibam que a maioria dos estupros são cometidos por pessoas conhecidas. Amigos, colegas, namorados, maridos, tios, pais etc.

Se uma pessoa esquece a porta de casa aberta e um ladrão entra e leva tudo, a culpa deixa de ser do ladrão? A pessoa pode ter sido descuidada, idiota, irresponsável, ter dado bobeira ou o que for, mas isso diminui a responsabilidade do ladrão? Não foi o ladrão que tomou a decisão de roubar? Por que a gente dá mais valor à violação do direito à propriedade do que à violação do direito da pessoa de decidir com quem quer fazer sexo?

Falar que tirar a responsabilidade dela por ter bebido é o mesmo que tirar a responsabilidade do motorista que bebeu e causou um acidente (como vi dizerem) é um absurdo tremendo. Ela não cometeu crime algum. Beber, ficar bêbada e ir dormir não é crime. Dirigir bêbado e estuprar são.

E, veja bem, não estou falando apenas do caso do BBB, estou falando de vários casos. Não assisto BBB, nem televisão tenho. Os comentários que ouvi em relação ao programa, já ouvi outras vezes como: “isso é fim de balada, coisa normal, se ela estivesse sóbria, quetinha, nada disso teria acontecido, procurou, achou, na minha opinião”. Muito medo de quem acredita que mulheres procuram alguém para violentá-las. É muito importante que alguma atitude seja tomada, porque há muitas mulheres violentadas no Brasil todos os dias e isso não pode se tornar rotina na televisão.

Portanto, caso você ache que: a mina do BBB bebeu muito, por isso foi estuprada e mereceu mesmo, por favor não chegue perto da nossa caixa de comentários. E vá ler outros posts que podem lhe ajudar a ver o absurdo que você está dizendo como: Isso não é um convite para me estuprar!!! ou Ninguém quer ser estuprada ou Estupro: o que é, como não fazer.

Caso você ache que: a mina do BBB não foi realmente estuprada, que fazer sexo com uma pessoa desacordada não é estupro, que usar esse termo é exagero, favor seguir as instruções acima.

Caso você ache que: o importante mesmo é falar mal do programa e esquecer que um CRIME foi testemunhado em rede nacional e uma mulher sofreu uma das piores violências que um ser humano pode sofrer na vida, favor seguir as instruções acima.

Caso você ache que: a Globo não tem qualquer culpa nisso (apesar de ter bombeiros e paramédicos à disposição na casa!), que a Globo não tinha qualquer obrigação de mandar imediatamente alguém tirar o cara de cima da mulher e chamar a polícia no mesmo minuto (e eles estavam cientes, pois desligaram a câmera logo e não há mais um único vídeo disponível na internet), favor seguir as instruções acima.

Muito obrigada pela colaboração.

*Este post contou com a colaboração de tweets e mensagens no facebook de Deborah Leão e Érika Pretes e uma mãozinha da Srta. Bia.

[+] BBB12: uma vomitadinha marota na mídia Global

[+] A cena do Big Brother é um problema do Brasil

[+] Estupro não é sexo

[+] Violência contra a mulher, até quando vamos ignorar?

[+] Deveria ser óbvio. Mas não é

[+] Eu não quero mais viver neste mundo

[+] A mídia que estupra

[+] O “Boa Noite Cinderela” do BBB

Petições:

Globo Network: Take responsability for covering the rape aired in one of their shows

—–

Luma Perrete vive aprontando altas confusões com uma galerinha do barulho.

Autor: Autoras Convidadas

Somos várias, com diferentes experiências de vida. A gente continua essa história do Feminismo nas ruas e na rede.

98 pensamentos em “Violência sexual no BBB e muito machismo fora dele”

  1. Ele tem que ser punido e o programa também, não vi vídeo, nem sequer vejo o programa, mas acredito que seja monitorado o tempo todo e que alguém com toda certeza estava vendo a cena e NÃO FEZ NADA? Como assim?

  2. A Globo foi cúmplice!!! se o cara for preso recomendaria que os diretores da palhaçada também fossem!!!

    1. Assino embaixo, Bianca!!
      Não há melhor momento pra Justiça brasileira acabar de vez com esse programa tão ridículo, que presta um desserviço à sociedade brasileira! 😉

  3. Tô muito chocada com tudo isso, principalmente por ela ainda não ter feito os procedimentos normais numa situação dessas como tomar pílula, medicamentos, fazer exame de corpo de delito. Estou na expectativa para ver o que vai acontecer (ou não) com a Rede Globo se ficar comprovado que houve agressão.

    Ouvi o áudio dela no confessionário e ao que parece num primeiro momento ela estava consciente e participou das carícias, depois pediu para ele parar e outra pessoa entrou no quarto, aí ela foi dormir. Não está claro se ela se refere ao momento que está na gravação que tem por aí onde aparentemente ela está inerte. Ela tinha que ver logo a gravação completa para dizer do que ela se lembra e até onde ela concordou.

  4. Fica a pergunta? A Globo monitora tudo, e porque deixou isso acontecer? Pior, não apurou, a menina tinha que fazer exame, já que não lembra se houve sexo. Achei um total descaso por parte da globo. Pôxa, ficaram perguntando pra moça, ela deixou claro que não lembrava de nada e o vídeo mostrou o mesmo, agora o cara estava bem acordado, bêbado, mas fez o que fez e ela não tinha condições nem de reagir.

  5. Eu estou até agora horrorizada com esse episódio, até que ponto chegamos meu Deus. Não interessa se ela bebeu, não interessa se ela estava dançando nua em cima da mesa, isso não dá direito a ninguém de se aproveitar dela. A Globo se mostrou totalmente monstruosa com a forma que tratou o caso e ainda mais, ao expulsar o participante após apelo nacional e com ajuda de grandes artistas da emissora, Bial diz que o cara infringiu as regras do programa. Ele infringiu as regras da Constituição, não cabe a Globo investigar e sim à polícia, só espero sinceramente que essa moça tenha força e coragem o suficiente pra denunciar esse cara por abuso sexual.

  6. “A menina [Monique] vai depor hoje de manhã. O que todo mundo me passou é que iriam sair [do reality] os dois. Estou muito revoltada, indignada. Conheço meu filho e ele jamais faria isso. E pelo que li a respeito, essa senhorita é chave de cadeia. Tenho certeza que a Globo me deve uma satisfação. Porque o público está bem dividido. Não é todo mundo que acha o Daniel um estuprador”, disse Aparecida”
    Essa é a mãe do rapaz em questão. Mas tá, e daí se ela é “chave de cadeia”? Afinal o corpo é dela, as vontades são dela, e ela dá pra quem ela bem entender, na frequência que bem entender. Se ela é “chave de cadeia” ou não, não justifica o fato de qualquer homem que seja abusar sexualmente da menina, fazer sexo com ela sem permissão para tal. Sério, estou completamente emputecida com o comentário dessa mulherzinha. Até quando mulheres vão ser julgadas e condenadas pelas coisas que fazem???? E diga-se de passagem coisas essas que homens fazem sem levar fama… Sinceramente, acho que vivemos no Oriente Médio, onde as mulheres são presas depois de sofrerem estupro, com pena aliviada caso ela se case com o estuprador, pois entende-se que se foi estuprada, é porque ela deu motivo… MEDO

  7. Esta porcaria já devia ter terminado há muito tempo,pois desde o primeiro sempre ficou claro que o objetivo é reunir garotas bonitas e mchões sarados e claro que vão ficar na torcida para acontecer um romance para o povão torcer,o último foi de doer nunca acomponhei diariamente pois tenho mais coisas interessantes.É claro que vão por panos quentes afinal o que importa é a audiência.Ah,Parabéns por indicarem LAW E ORDER SVU é um dos meus programas favoritos e que podiam servir de exemplo para nossa policia já que mesmo hoje quando uma mulher diz que foi estuprada alguns dizem “ah ela deu mole”,quer dizer a culpa sempre recaí ainda sobre as mulheres principalmente sobre essas meninas,pobres meninas que acham que vão alcançar fama e sucesso os casos que aconteceram foram raros.
    Espero que essa história não para por aíqueremos mais explicação do mister bial.

    1. concordo que a direção do programa BBB deveria ser acionada judicialmente. O que ocorreu eh um exemplo de desrespeito aos valores de nossa sociedade e um atentado contra todos nos.
      A direção do programa tinha a obrigação de limitar essas coisas. Eles devem ser punidos exemplarmente para que a midia não seja o caminho da depravação coletiva como vem sendo cada vez mais descaradamente.

  8. Parabéns pelo post, não só o seu, como os outros que vc indicou, por aproveitarem esse infeliz acontecimento para conscientizar algumas pessoas o que significa essa terrível violência. O estupro é o pior tipo de humilhação que um ser humano pode sofrer e o fato desta menina ainda não ter se tocado do que aconteceu só demonstra como as coisas são mal julgadas pela sociedade. Provavelmente ela mesma está culpando a bebida, e não o rapaz sem caráter, pelo abuso que sofreu, visto que a própria vítima tende a se culpar pelo ocorrido. Infelizmente até nós, mulheres, somos muitas vezes machistas e por isso é necessário falar abertamente sobre o que é estupro e que a culpa é única e exclusivamente do estuprador.

  9. Temos que acabar com essa palhaçada de BBB.

    Não dá mais pra ver tanta mentita, tanta baxaria, tanta vergonha e sacagens como o programa BBB.

    Esse tal de BBB é algo que destrói a familia, onde causa tantas coisas que o diabo vai colocando na mente das pessoas.

    Vamos nessa galeraaaa

    DIGA NÃO AO BBB… BASTA!!!

  10. Não vejo o programa, acho-o o pior lixo televisivo que já existiu, tampouco vi as cenas e por isso não posso julgar, mas esse caso me chamou muito a atenção e tenho lido muito a respeito. Nas minhas “navegadas” pelos inúmeros sites de notícias, tenho ficado alarmada com a quantidade de comentários, a maioria feito por mulheres, do tipo “se um não quer, dois não fazem”, “os dois tinham de ser expulsos, pois ela procurou por isso”, “C de bebado não tem dono”. Ora, é lamentável que a sociedade ainda pense assim, mas é mais lamentável ainda que esse tipo de pensamento exista entre as próprias mulheres. Esse episódio serviu, por sua exposição na mídia, pra mostrar como a maioria de nós pensa ainda como homens medievais. Quanta ignorancia…
    Outro caso que muito me espanta nesse episodio é o fato de uma rede de tv se colocar acima da lei e fazer papel de legislador. Tinham inumeras pessoas na sala de edição assistindo a cena no momento do ocorrido. P q não foram tomadas as providencias cabiveis pra apurar os fatos, pra saber o que de fato estava ocorrendo? Quando há suspeita de crime, deve-se chamar imediatamente a policia, é o dever de todo cidadão. Pois é necessario apurar fatos, colher depoimentos, provas, fazer exame de corpo delito. Esse tipo de material fica comprometido dias depois. Mas segundo o diretor do programa não houve nada. Alias, ele so tirou o rapaz por conta da pressao da midia. Mas quem é ele pra julgar? Ele é a lei? Hj li que ele está negociando com a policia a forma como a Monique será interrogada. Isso porque o programa é mais importante que o esclarecimento de um crime?

  11. O pior é saber que não interferiram por audiência.. Quantos curiosos não estão assistindo essa semana? Era bem simples, só ligar a luz e colocar música sei lá, no mínimo todos acordariam e tal absurdo seria interrompido e possivelmente nem teria acontecido.. Será que ninguém vai culpar e acusar a globo também, que pra não dizer que permitiu, no mínimo estava sabendo do que acontecia..

  12. Parabéns pelas colocações. Espero que seu texto seja propagado por toda a rede da mesma forma como as fotos dos confinados foram.

  13. Ontem eu estava prestando bastante atenção no discurso de uma delegadA no caso do homem que estuprou uma menina de 13 anos aqui em Brasília.

    Felizmente o discurso da agente da lei foi bem monitorado, polido e respeitoso com as mulheres, aliás como sempre deve ser. Parabéns para ela!

    O repórter perguntou à delegada por que ela apresentava aquele ar de espanto, de tristeza, ao que ela respondeu:

    – Infelizmente, todos os dias temos notícias ruins como essa. Esse é o nosso trabalho. Mas o caso dessa garota é bárbaro, chocante, porque ela simplesmente não tem nem consciência do que aconteceu! Ela não sabe nem falar direito! Ela é deficiente mental!!

    Isso porque o algoz havia, inicialmente, imputado toda a culpa à vítima, afirmando, com todas as letras e com a cara mais lavada do mundo, depois de ser pego nu em cima da menina, que ela o seduziu!!!

    A sociedade NÃO PODE MAIS CONTINUAR ACREDITANDO NESSE DISCURSO E NA VITIMIZAÇÃO DOS ALGOZES. A violência, seja de que tipo for, tem de ser duramente repreendida e severamente punida. Mas punição aos verdadeiros culpados – os estupradores!!

    Ponha uma coisa na cabeça: você pode estar de minissaia, de salto alto, de tênis, de calça jeans, de cabelo solto, de cabelo preso; pode ser loira, morena ou ruiva; pode ser alta, baixa, gorda ou magra; se um cara quiser estuprá-la, ele o fará. Se ele não conseguir com você, ele vai buscar alguém mais vulnerável. Não é PROBLEMA COM VOCÊ, NÃO É PROBLEMA SEU, É PROBLEMA DELE!! A culpa é DELE!

    Sempre que ouço um caso de estupro procuro me colocar no lugar da vítima, ou seja, da mulher ou da criança, porque geralmente essas são as presas desses predadores que se escondem por trás de um discurso de bonzinhos, que foram apenas cumprir seu papel de “macho”. FALA SÉRIO!!! Não deve ser nada fácil para as pessoas que sofrem esse tipo de violência lidar com toda a situação. Não mesmo! Pior se você se culpar, né?!

    LUGAR DE ESTUPRADOR É NA CADEIA!
    DISQUE 100

  14. Não dá para acreditar que um programa da rede globo que “DIZ”; oferecer segurança para os participantes das edições do BBB; como médicos, bombeiros… Deixa um ato violento destes acontecer, fica claro nas imagens que o ato não foi com o consentimento da mulher, então que tipo de programa é esse que para faturar deixa uma pessoa ser violentada? O Daniel não pode ser o único penalizado, pois a Rede Globo tem total responsabilidade, pois consentiu o crime.

  15. Concordo plenamente, agora há pouco estava comentando isso: os piores comentários sobre o assunto(estupro no BBB), eu escutei de mulheres…Uma colega falou: “ah, ela tava bêbada mesmo, quem mandou beber?” Gente, um absurdo, eu falei: e se fosse sua filha, você iria achar isso? Não importa se bebeu ou não, relação sexual o nome já diz, duas pessoas se relacionando EM COMUM ACORDO!!! Sinto nojo desse tipo de homem aproveitador, até marido ou namorado tem que respeitar nossa vontade.E em relação e REDE GLOBO, concordo alguém tinha que ter interferido na hora.
    Muito enojada com esse fato!!!!

  16. Meu pai sempre diz “Nada que acontece na TV é espontâneo”. Não acho que é diferente neste caso do BBB. Para mim até essa questão do estupro é encenação. Mas se não o é, se de fato ocorreu essa violência, acho que mais grave que o ato praticado pelo Sr. Estuprador do BBB foi a omissão da produção do programa. Se havia uma câmera filmando o crime, muito provavelmente havia alguém da produção do programa assistindo. E esse alguém deveria ter percebido a condição da moça e intervindo para evitar esse ato. Se não fez é cúmplice e cometeu o crime de omissão. Deve ser igualmente punido! Em relação ao carater da moça, pouco importa o quão periguete ela é … houve abuso em rede nacional e isso não pode ficar impune! Agora, se isso é uma jogada para levantar ibope, que péssima exemplo, hein! Muito feio …

  17. O que fizeram com a Monique foi um absurdo. Todos têm responsabilidade: Daniel(mostro), produção do BBB (Boninho e cia) e Bial(assiste o programa 24 horas).DIGA NÃO AO BBB! BASTA

  18. Demais o texto, a reflexão, a preocupação em trazer esse assunto à tona diante desta ótica.
    Obrigada!

  19. em curitiba vão fazer uma movimentação para chamar a atenção da sociedade para esse tipo de atitude… deveria ser feito em são paulo tb e no rio.. os jovens se mobilizam contra a corrupção, a favor da macaconha etc.. pq não contra o estupro?( por sinal ontem uma moça que estava embriagada numa boate na zona sul de são paulo procurou atendimento no ambulatório e foi estuprada pelo bombeiro, que deveria estar lá para ajuda-la.. )

  20. Muito bom!
    O Texto relata como a irresponsabilidade de uma Concessionária Pública de Tv incentiva a violência a contra a mulher.
    Fiquei horrorisada com o entendimento que grande parcela da sociedade tem sobre o assunto.A mulher sofre, duplamente, pela violência e pela inversão de papeis, passa a ser a autora e não a vítima.
    Além de que as principais interessadas não sabem o que é o crime.
    Nesta comunidade do Orkut ficam patente a banalização e a ignorância (são 400 posts) http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=120869179

  21. Sinceramente, ainda acho precipitada a acusação, só podemos de fato ter certeza de algo quando a menina assistir a todo o vídeo e for feita uma acareação entre os dois, e sobre os comentários em relação a menina, é de fato ridículo e a maioria dos comentários absurdos feitos contra ela, foi feito por mulheres, mas também achei precipitadíssimo os comentários já acusando de prontidão o daniel e o xingando, temos que esperar pra ver.

    Beijo, meninas.

  22. Não vou entrar no mérito da questão, pois sequer assisto o programa. Tenho uma leve noção do que aconteceu pelo o que foi divulgado na mídia, principalmente na internet. Porém, ainda assim eu gostaria de perguntar o seguinte: se um casal de bêbados, ainda com alguma sobriedade, decide trocar carícias sexuais embaixo de um edredom por um suposto período de 20 minutos, pode os primeiros 10 minutos serem considerados normais em virtude de os dois estarem interagindo e os 10 minutos seguintes serem considerados abusivos por parte do homem caso a mulher não tenha resistido a bebedeira e “apagado”? Pergunto-lhes por pura curiosidade, até porque, se for de fato uma atitude que pode ser considerada abusiva pela justiça, ensejando o enquadramento do sujeito ativo no citado Artigo 217-A do CP, creio que tem muita gente (homem) que merece ser indiciada por ai.

  23. Na minha humilde opinião, foi tudo ARMADO. Quer dizer, ninguém em sã consciência estupraria alguém em rede nacional. E mais: onde estavam as pessoas que vigiam a casa do BBB quando o “estupro” aconteceu? Quem dá as cartas naquele programa sabe muito bem que polêmica = audiência. E funcionou, tá todo mundo falando disso.

Os comentários estão desativados.