O extremo das “mulheres faltantes” e o machismo cotidiano

Texto de Iara Paiva. Quando o mundo se chocou com a notícia do brutal estupro coletivo na Índia que resultou na morte da vítima no final do ano passado, eu estava começando a ler 'Desenvolvimento como Liberdade'¹, do economista indiano e Prêmio Nobel Amartya Sen. Sen colaborou com seu colega paquistanês Mahbub Ul Haq na…