#8demarço – Por que o Feminismo é importante desde criancinha?

Texto de Danielle Cony.

Eu li uma frase uma vez num livro em que dizia: “Todo brinquedo é sexista”. Eu me lembro de ter ficado chocada com essa frase, mas que depois de um tempo eu percebi que não era uma falácia. O mercado, de fato, representa o mundo em brinquedos de meninas e brinquedos de meninos.

As lojas de departamento já exibem um certo separatismo sexista. Roupas femininas são rosas. Roupas masculinas são azuis. Roupas femininas possuem desenhos de flores e borboletas. Roupas masculinas exibem carros e armas. Por essa perspectiva você já percebe que na infância é onde se encontra a maior resistência do patriarcado. Mas é na loja de brinquedos em que isso fica mais evidente.

O mundo mudou . As mulheres conquistaram espaços mil na sociedade. Os homens também já exercem uma paternidade mais participativa e transitam por atividades que antes eram exclusivamente consideradas femininas. Mas os brinquedos não evoluíram. Na sessão de “menina” os brinquedos são cor de rosa. No máximo tons de roxo. Fantasias para as meninas são somente de princesas. Princesa é a representação máxima da mulher submissa, que só serve de enfeite e que precisa de um homem para mudar a vida. Ferro de passar roupa, louça com pia, bonecas e bebês são os brinquedos exclusivos do universo feminino.

Já no universo masculino da loja de brinquedos, ser menino é brincar com armas de fogo, carros, bonecos de guerra (vigorexos) e mais outras atrocidades. Eu acho impressionante como a violência é incentivada aos meninos e a submissão as meninas. E isso com tanta naturalidade…

Então, não está na hora de incentivar uma infância com brinquedos plurais, coloridos e de preferência que estimulem a criatividade e o sonho? O brincar da infância é essencial para aprender a criar e a viver. É com a brincadeira que a criança desenvolve a capacidade de se tornar um adulto que lida com a adversidade. Sem a brincadeira integrada entre meninos e meninas, antecipo que o separatismo permanecerá na vida adulta. É muito mais fácil um homem se tornar misógino se este foi estimulado desde a infância a se separar das meninas. Um menino que brinca livremente com brincadeiras diversas, brinca de casinha e de boneca, provavelmente desenvolverá um homem consciente da paternidade.

Então, o feminismo é importante desde a infância, porque assim como nós que lutamos por liberdade e direitos igualitários, também queremos isso para nossos filhos. O direito de se viver uma infância livre. Pronta para brincar, se desenvolver e principalmente, se divertir! Independente do seu sexo.