Financiamento colaborativo: cinema e identidades. Vamos ajudar?

Crowdfunding ou financiamento colaborativo é um sistema de financiamento coletivo que parte da ideia de agregar pessoas em torno de um projeto para que este possa se tornar realidade, com investimentos de valores pequenos ou grandes, tendo a internet como ferramenta de encontro. Atualmente, há vários sites, modelos e formatos. É a mesma ideia da conhecida vaquinha, mas com adicionais, como contrapartidas, brindes e acompanhamento posterior dos projetos.

Muita gente já conseguiu concretizar diversos projetos bacanas nas área de música, cinema, tecnologia, eventos, esportes, etc. com a ajuda de pessoas que não conhecem. Nós achamos a proposta e a ideia do financiamento colaborativo muito boa e queremos compartilhar com você alguns projetos que estão em andamento e que acreditamos ter tudo a ver com nossos ideais de um mundo mais bacana. Vamos ajudar?

[+] Rafa Eu (Faltam menos de 30 dias).

“Rafa Eu” é um curta-metragem universitário feito por estudantes do terceiro ano de Rádio e TV da Faculdade Cásper Líbero. O filme narra a história de Rafa, que nunca entendeu direito porque deveria agir como uma garota sendo que nunca se sentiu como uma.

O tempo passou, Rafa entrou em uma nova escola e conheceu João. Rapidamente os dois se tornam melhores amigos. Através desta amizade, Rafa se encontrou livre para viver do modo que sempre desejou e descobrir de forma intensa a resposta para sua identidade de gênero.

[+] Documentário – Relações sem Posse (Faltam menos de 35 dias).

Existe um roteiro muito divulgado de felicidade e normalidade dos relacionamentos. Quando nascemos alguém nos diz que somos homem ou mulher, e passam a condicionar nosso comportamento para agir conforme o que é socialmente aceito em um papel ou em outro. Depois conhecemos o conceito de amor romântico, em que uma mulher espera um homem que a salve e proteja, e um homem espera uma mulher maravilhosa que satisfaça somente a ele. Ambos esperam casar e ter filhos como se não houvesse outras possibilidades. Qualquer pessoa que não se encaixe nesse padrão sofre pressão para se formatar a ele. Essa norma se assemelha a outras que já foram vigentes no passado, como a mulher casar virgem, fazer os serviços domésticos e servir ao marido, a impossibilidade do divórcio etc. Como vemos, as normas mudam, e uma regra considerada sagrada numa época passa a ser cada vez mais questionada.

Nós desejamos fazer um documentário sobre pessoas que vivem relacionamentos diferentes desse modelo, questionando normas como a imposição de gênero, a sexualidade heteronormativa e a obrigatoriedade de exclusividade nos relacionamentos amorosos e sexuais. Questionar essas normas é falar sobre os direitos sexuais da mulher, que há muito tempo são direitos mais limitados que os dos homens. Por exemplo, um homem com mais de um relacionamento sexual não é tão mal visto quanto uma mulher.

[+] Três Marias (Faltam menos de 50 dias).

Três Marias é um curta-metragem feito por mulheres, estudantes do curso de Imagem e Som da Universidade Federal de São Carlos. O projeto conta a história de Maria, uma mulher que, como tantas outras, enfrenta cotidianamente a violência de gênero. O projeto nasce da luta e do desejo de dar voz a essas nossas companheiras e de impulsionar a empatia e o emponderamento feminino.

Maria é caixa de supermercado e manicure domiciliar. Ela precisa trabalhar muito para criar sozinha sua filha, Luiza. Em mais um dia de trabalho, Maria busca encontrar tempo para fazer as unhas de uma cliente antiga, e também levar Luiza a uma festinha da escola. No meio de sua rotina cansativa, Maria terá que enfrentar mais uma dificuldade: a violência de gênero que afeta a ela e a todas nós, mulheres.