De novo? Privilégio de orgasmo, sexo casual e prazer feminino

Texto de Lauren Ingram. Publicado originalmente com o título: “Come Again? Orgasm privilege, casual sex, and female pleasure”, no site Medium em 11/10/2016. Tradução de Iara Paiva para as Blogueiras Feministas. Nota da autora: Este artigo trata quase exclusivamente da vivência de mulheres cis, heterossexuais e suas experiências com orgasmos. Ainda que discuta vaginas, em nenhuma…

As musas que foram estupradas e os debates que nunca acontecem

Texto de Jussara Oliveira para as Blogueiras Feministas. Minha intenção nesse texto é falar sobre traumas, mas também sobre relações saudáveis. E, sobre as responsabilidades de todos envolvidos para que isso ocorra. Não é um puxão de orelha nos homens, nem um abraço apertado nas mulheres, é um convite para reflexão. Violência é um assunto…

Precisamos conversar sobre o que é a visibilidade lésbica

Texto de Maíra Mee para as Blogueiras Feministas. Para falarmos sobre a visibilidade e a invisibilidade das mulheres lésbicas, acho que a primeira coisa que precisamos questionar é do que estamos falando quando dizemos “visibilidade”. Termos guarda-chuva, como “visibilidade” ou como “LGBT” são úteis para facilitar a comunicação, mas, para sabermos quais são os problemas…

Algumas palavras sobre a invisibilidade lésbica

Texto de Bruna Quinsan e Babi Borges, ativistas sapatólogas. Seria bem mais fácil iniciar este texto apresentando dados precisos de fontes confiáveis capazes de evidenciar um inquestionável retrato do preconceito e da discriminação contra mulheres lésbicas e bissexuais no Brasil atual. No entanto, criticar a invisibidade dessas mulheres começa por sequer poder encontrá-los. Nada ou…

Quando vou ao banheiro: banheiros públicos como fronteiras identitárias

Texto de Josefina Cicconetti para as Blogueiras Feministas. Situação 1 –  Estou num evento cultural e decido ir ao banheiro. Ao chegar à porta do banheiro feminino, encaro uma pequena fila que começa lá dentro. Conforme as pessoas avançam, vou chegando mais perto. Quando finalmente entro, ainda esperando, uma mulher me aborda dizendo “isto aqui…